Dupla do ‘BBB 20’ é alvo de boato

Dupla do ‘BBB 20’ é alvo de boato

Vídeo antigo é usado para associar duas participantes da atual edição do programa de TV

Tiago Aguiar

06 de fevereiro de 2020 | 21h42

Um vídeo antigo do programa Big Brother Brasil (BBB) está sendo usado para difundir a falsa informação de que a ginecologista Marcela Mc Gowan e a advogada Gizelly Bicalho, participantes da atual edição do BBB, se beijaram nesta quinta-feira, 6

O vídeo é uma gravação da edição de 2014 do BBB, que mostra outras duas mulheres trocando carícias embaixo do edredom. Na época, as participantes Clara e Vanessa assumiram um caso no programa.

Parte dos telespectadores torce por um romance entre Marcela e Gizelly. O fenômeno começou após Gizelly, em conversa com a participante Manu Gavassi , fazer uma declaração a respeito da amizade das duas. “Eu olho para a Marcela toda noite antes de dormir. Eu falo ‘meu Deus, eu quero falar eu te amo pra ela, mas ela vai achar que eu sou louca’. Mas eu já amo ela há tanto tempo, acho que estou apaixonada”, disse Gizelly.

Este boato foi checado por aparecer entre os principais conteúdos suspeitos que circulam no Facebook. O Estadão Verifica tem acesso a uma lista de postagens potencialmente falsas e a dados sobre sua viralização em razão de uma parceria com a rede social. Quando nossas verificações constatam que uma informação é enganosa, o Facebook reduz o alcance de sua circulação. Usuários da rede social e administradores de páginas recebem notificações se tiverem publicado ou compartilhado postagens marcadas como falsas. Um aviso também é enviado a quem quiser postar um conteúdo que tiver sido sinalizado como inverídico anteriormente.

Um pré-requisito para participar da parceria com o Facebook  é obter certificação da International Fact Checking Network (IFCN), o que, no caso do Estadão Verifica, ocorreu em janeiro de 2019. A associação internacional de verificadores de fatos exige das entidades certificadas que assinem um código de princípios e assumam compromissos em cinco áreas:  apartidarismo e imparcialidade; transparência das fontes; transparência do financiamento e organização; transparência da metodologia; e política de correções aberta e honesta. O comprometimento com essas práticas promove mais equilíbrio e precisão no trabalho.

Tudo o que sabemos sobre:

Big Brother Brasil

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.