Boato distorce protesto para afirmar que grupo instalou estátua satânica nos EUA
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Boato distorce protesto para afirmar que grupo instalou estátua satânica nos EUA

Postagem enganosa no Facebook recicla imagem de ato realizado em 2018 em Arkansas contra violação à laicidade do Estado

Samuel Lima, especial para o Estado

23 de setembro de 2019 | 10h24

É falso que uma estátua representando o demônio Baphomet tenha sido inaugurada em Oklahoma, nos Estados Unidos, para que a população possa “adorar Satanás em público”. A alegação consta em mensagem enganosa que circula pelo Facebook, acompanhada de imagem do suposto monumento. Na realidade, a fotografia é de um protesto do grupo norte-americano Templo Satânico em frente ao capitólio de Arkansas, localizado na cidade de Little Rock, em 16 de agosto de 2018.

Estátua do demônio Baphomet erguida durante protesto no Estado de Arkansas (EUA), em 2018. Foto: AP Photo/Hannah Grabenstein

A história começa em 2017, quando o senador republicano Jason Rapert patrocinou a instalação, no mesmo local, do monumento “Os dez mandamentos” — referência às leis cristãs entregues por Deus a Moisés, segundo a Bíblia. O grupo de ativistas entendeu o ato como uma violação à laicidade do Estado, prevista na Constituição dos Estados Unidos, pois estabeleceria preferência religiosa em espaço público.

Em protesto, o Templo Satânico levou para o entorno do capitólio uma estátua em bronze de 2,3 metros que mostra a criatura de traços humanos e de bode, inspirada em reproduções ainda do século XIV, acompanhada por duas crianças sorridentes. Cerca de 150 pessoas participaram da manifestação, incluindo pequeno grupo contrário portando cartazes com versículos bíblicos e cantando hinos cristãos. As informações são de reportagem da agência Associated Press, com versão traduzida pelo site G1.

No entanto, ao contrário do que o boato sugere, a escultura nunca foi instalada em Arkansas, sendo retirada ao final daquele mesmo dia. Tampouco está em Oklahoma, ainda que o entorno do respectivo capitólio, localizado em Oklahoma City, tenha abrigado monumento “Os dez mandamentos”, idêntico ao de Little Rock, entre 2012 e 2015 — até que a Suprema Corte dos Estados Unidos decidiu pela inconstitucionalidade da ação.

Curiosamente, Netflix e Warner Bros foram acusadas de plagiar a estátua de Baphomet na série O Mundo Sombrio de Sabrina, lançada em outubro de 2018. O grupo satanista encaminhou denúncia em tribunal de Nova York no mês seguinte, exigindo US$ 150 milhões. As partes firmaram acordo para que a denúncia não fosse adiante. Os termos e valores não foram revelados.

A Agência Lupa também publicou uma checagem sobre esse conteúdo, selecionado para checagem por meio da parceria entre Estadão Verifica e Facebook. Para sugerir verificações, envie uma mensagem para (11) 99263-7900.

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: