Boato com imagem de travesti presa circula há seis anos com história, data e localização errados
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Boato com imagem de travesti presa circula há seis anos com história, data e localização errados

Natasha Britney Robert, que teria 'dado uma surra' em 'sete playboys', é personagem inventado por uma página humorística

Tiago Aguiar

05 de dezembro de 2019 | 18h44

Uma publicação no Facebook com mais de 40 mil compartilhamentos voltou a circular nesta semana com um boato antigo: uma travesti chamada Natasha Britney Robert teria “dado uma surra” em sete jovens na porta de uma casa de show em Maceió.

A história é falsa e está em ao menos uma dezena de blogs com as mesmas informações erradas. A página “Resenha Notícias”, que inventou a história, se define como humorística. “As notícias mais mentirosas, sem noção e sem cabimento do engraçado estado de Alagoas e do resto do Brasil”, diz sua descrição. Menos de um mês após a publicação original, em 2013, a própria página postou um esclarecimento alertando que a história inventada como piada estava se espalhando como desinformação.

No entanto, mesmo com a retratação, o texto, ilustrado por foto de uma travesti presa em 2012,  viralizou e segue impulsionando compartilhamentos até hoje. A travesti da foto da nova versão do boato foi presa em 2012, no Rio de Janeiro, suspeita de tentativa de homicídio. Seu nome social é Estefani.

Travesti presa em 2012 no Rio de Janeiro. Foto: Divulgação Polícia Civil

 

Caminho da verificação

  1. A verificação foi feita usando a busca do Facebook e busca reversa de imagem no Google. Este boato foi selecionado para checagem por meio da parceria entre o Estadão Verifica e o Facebook. O site Boatos.org também verificou esta desinformação.

Tudo o que sabemos sobre:

travesti

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: