Assessor da Presidência é falsamente identificado em foto com Bolsonaro e Queiroz como militar preso com cocaína
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Assessor da Presidência é falsamente identificado em foto com Bolsonaro e Queiroz como militar preso com cocaína

Homem na foto é, na verdade, o policial militar Max Guilherme Machado de Moura, ex-segurança e atual assessor especial do Gabinete Pessoal do Presidente da República

Paulo Roberto Netto

03 de julho de 2019 | 19h10

O senador Flávio Bolsonaro, o presidente Jair Bolsonaro, o ex-assessor parlamentar Fabrício Queiroz e o policial militar, e assessor especial Max Guilherme Machado de Moura. Foto: Reprodução

Um policial militar do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) do Rio de Janeiro e assessor da Presidência é falsamente identificado em foto como o sargento detido na Espanha com 39 quilos de cocaína em voo da Força Aérea Brasileira (FAB). O boato se espalhou rapidamente em uma tentativa de relacionar o caso ao senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), o presidente Jair Bolsonaro (PSL), e ao ex-assessor parlamentar, Fabrício Queiroz, alvo de investigações do Ministério Público.

De acordo com os boatos, o homem de camisa xadrez que aparece sentado ao lado de Queiroz na mesa de um restaurante seria o sargento da Aeronáutica Manoel Silva Oliveira, detido em Sevilha na semana passada. A informação é falsa. O homem, na verdade, é o policial militar Max Guilherme Machado de Moura, ex-segurança e atual assessor especial do presidente Bolsonaro.

A informação foi inicialmente confirmada pelo gabinete de Flávio Bolsonaro e, em seguida, pela Secretaria Especial de Comunicação da Presidência. Segundo a assessoria do senador, no momento que a foto foi tirada, Max Guilherme Machado de Moura ainda atuava como segurança de Jair Bolsonaro. O policial do BOPE foi escolhido para a equipe de segurança do então candidato à Presidência durante as eleições.

Em novembro do ano passado, o policial foi nomeado para exercer o cargo de Assessor (DAS 102.4) no Gabinete Adjunto de Informações do Gabinete Pessoal do Presidente. Em fevereiro, foi nomeado Assessor Especial (DAS 102.5) lotado no Gabinete Pessoal do Presidente da República.

Segundo a agenda pública disponível no site do Planalto, Max Guilherme Machado de Moura despachou do Palácio do Planalto nos últimos dois dias e acompanhou Bolsonaro em visita a Osaka, no Japão, onde o presidente participou do encontro do G-20 na última semana.

Desde a apreensão dos 39 quilos de cocaína no avião da FAB boatos envolvendo o sargento da Aeronáutica Manoel Silva Oliveira circulam as redes sociais. O Estadão Verifica já desmentiu desinformações sobre a falsa filiação partidária do militar e outras tentativas de identificá-lo em fotos com o presidente e seus filhos. Uma capa falsa da revista Veja sobre o assunto e declarações sobre endurecimento de regras de voos também foram checadas.

Este boato foi selecionado para checagem a partir da parceria entre o Facebook e o Estadão Verifica. O Aos Fatos também checou esta foto. Ouviu algum boato? Encaminhe para o WhatsApp do Estadão Verifica pelo número (11) 99263-7900.

Tendências: