Artigo viral inventa ‘milagre’ em queda de avião em Honduras
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Artigo viral inventa ‘milagre’ em queda de avião em Honduras

Texto compartilhado no Facebook afirma que missionários cristãos escaparam de acidente aéreo; passageiros, no entanto, eram empresários

Alessandra Monnerat

20 de dezembro de 2019 | 16h59

Um artigo compartilhado mais de 66 mil vezes no Facebook conta a história de um “milagre” de missionários cristãos que sobreviveram à queda de um avião em Honduras. As informações, no entanto, são falsas. Os passageiros da aeronave, na verdade, eram executivos de uma empresa de penhores chamada EZCorp, como mostram reportagens publicadas na época do acidente.

O caso ocorreu em maio de 2018, mas tem sido compartilhado nas redes sociais como se fosse recente. Na ocasião, um jatinho particular levava quatro funcionários da empresa de Austin, no Texas, a Tegucigalpa, em Honduras. A aeronave se partiu em dois ao pousar no Aeroporto Internacional de Toncontín.

Os quatro empresários e os dois tripulantes da aeronave ficaram feridos. Segundo reportagem do jornal Clarín, a lista de passageiros era a seguinte: Alex Castellane Murta, Nicole Renae Swies, Joahn Joseph Page Salcedo, John Blair Powell, Joseph Louis Rotunda e Robert Albert Kasenter.

De acordo com reportagem do jornal Austin-American Statesman, a pista do aeroporto hondurenho é conhecida pela difícil aterrissagem — o local é cercado por montanhas e bairros residenciais. Em 2008, cinco pessoas morreram em uma queda de avião no mesmo local. 

O artigo que tem sido compartilhado no Facebook inventa que os missionários cristãos teriam escapado sem ferimentos e atribuído o milagre a Jesus Cristo. O texto também traz a informação falsa de que o avião caiu em uma floresta.

Artigo inventa que missionários estavam a bordo de avião que caiu. Foto: Reprodução/Facebook

Esse conteúdo, selecionado por meio da parceria entre Estadão Verifica e Facebook, também foi checado pelo site E-Farsas.

Tudo o que sabemos sobre:

hondurasfake news [notícia falsa]

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: