Artigo sobre visita de Bolsonaro a Pernambuco utiliza foto de mais de um ano atrás
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Artigo sobre visita de Bolsonaro a Pernambuco utiliza foto de mais de um ano atrás

Foto usada para ilustrar visita do presidente foi tirada durante pré-campanha, na cidade de Pouso Alegre, em Minas Gerais

Alessandra Monnerat

29 de maio de 2019 | 13h56

Flexibilização da posse de armas foi uma das bandeiras de campanha de Bolsonaro. Foto: Helvio Romero/ Estadão

Um artigo do site República de Curitiba que informa que o presidente Jair Bolsonaro foi ovacionado ao visitar o Estado de Pernambuco utiliza uma fotografia de março do ano passado — uma selfie do político em frente a centenas de pessoas segurando bandeiras. A imagem não tem legenda que indique seu contexto original e está recortada de modo a deixar de fora espaços vazios da aglomeração de pessoas.

O registro mais antigo encontrado da selfie de Bolsonaro foi publicado em uma conta do site de compartilhamento de imagens Flickr chamada “Família Bolsonaro”. A data é de 9 de março de 2018. No mesmo dia, o então pré-candidato à Presidência publicou em seu Twitter um vídeo que contém a mesma foto, além de outras imagens de uma visita a Pouso Alegre, Minas Gerais (veja abaix0)

No dia 24 deste mês, Bolsonaro fez sua primeira visita ao Nordeste, região onde ele registra seus maiores índices de rejeição. Em Recife, ele participou da reunião do Conselho Deliberativo de Desenvolvimento do Nordeste (Condel-Sudene). Em frente ao local do encontro, um grupo protestava com faixas e cartazes.

À tarde, o presidente seguiu para Petrolina, onde de fato foi ovacionado por apoiadores, como informou a reportagem do Estado. Na cidade, Bolsonaro participou da entrega Residencial Morada Nova, do programa Minha Casa Minha Vida.

Este conteúdo foi selecionado para checagem por meio da parceria entre Estadão Verifica e Facebook (saiba mais aqui). Para sugerir verificações, envie uma mensagem por WhatsApp ao número (11) 99263-7900.

Atualização (31/05/2019): Após publicação desta checagem, o site República de Curitiba alterou a foto do artigo e publicou uma correção. Diante disso, alteramos a classificação do conteúdo no Facebook para “verdadeiro”.

Tudo o que sabemos sobre:

jair bolsonaropernambucopetrolinafake news

Tendências: