Kerry e Serra ao telefone

Eliane Cantanhêde

03 de novembro de 2016 | 21h23

O ministro das Relações Exteriores, José Serra, falou ao telefone nesta quinta, 2/11, com o secretário  de Estado dos EUA, John Kerry, sobre um problema comum aos dois países: a imigração de haitianos, que continua crescendo na mesma proporção dos sucessivos problemas do Haiti, principalmente depois do último terremoto.

Estima-se que haja seis mil haitianos em situação irregular nos EUA, 10% deles com visto de residência no Brasil. A principal rota de entrada em território norte-americano é via México e os que não têm documentos legais só podem ser deportados para o seu país de origem, ou para o México, de onde vieram.

Na conversa, no início da noite, Serra disse a Kerry que os haitianos com visto no Brasil podem voltar a qualquer momento que desejarem, mas sem deportação. Kerry concordou. A expectativa, agora, é que os haitianos em condição de vir para o Brasil sejam “estimulados” a deixar os EUA.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.