Haddad quer que governo federal assuma escolas de ensino médio com problemas
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Haddad quer que governo federal assuma escolas de ensino médio com problemas

eleicao-mais-educacao

21 de setembro de 2018 | 05h00

Renata Cafardo e Luiz Fernando Toledo

O candidato à Presidência pelo PT, Fernando Haddad, quer que o governo federal assuma escolas de ensino médio com problemas. Em entrevista ao blog Eleição+Educação, ele diz que, se eleito, criaria o programa Ensino Médio Federal.

Por meio dele, os institutos federais fariam parcerias com escolas de ensino médio, que são, segundo a lei, de responsabilidade dos Estados. Além disso, as unidades mais vulneráveis teriam uma intervenção direta da União.

O ensino médio é a etapa mais problemática da educação hoje, com alto índice de abandono e pior desempenho nas avaliações nacionais. Os currículos são considerados defasados e distantes da realidade dos jovens.

Além disso, Haddad diz que gostaria de investir novamente no programa Proinfância, que começou em 2007, no governo Lula. Por meio dele, o governo federal dava ajuda técnica e financeira para municípios que queriam construir creches.

Segundo um relatório da Controladoria Geral da União (CGU), o programa teve baixa eficácia e eficiência. Do total de mais de 8 mil obras previstas, só pouco mais de mil estão em funcionamento.

Atualmente, só 30% das crianças de 0 a 3 anos estão em creches no País. A meta do Plano Nacional de Educação é chegar a 50%.

Veja aqui o calendário com as entrevistas já realizadas.