Haddad ganha no Colégio Equipe; Amoêdo e Bolsonaro empatam no Bandeirantes
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Haddad ganha no Colégio Equipe; Amoêdo e Bolsonaro empatam no Bandeirantes

Renata Cafardo

05 Outubro 2018 | 17h38

Dois colégios particulares de elite da capital fizeram simulações de eleições entre seus alunos nesta semana, com resultados opostos.

No Colégio Bandeirantes, conhecido pelo rigor de conteúdo e aprovação nos mais concorridos vestibulares, os dois primeiros colocados foram João Amoêdo (Novo) e Jair Bolsonaro (PSL). Eles tiveram 34% e 32% das intenções de voto dos adolescentes, praticamente um empate. Os candidatos aparecem, respectivamente, nas pesquisas eleitorais com 2% e 32%.

Fernando Haddad (PT), ex-aluno do Bandeirantes no fim dos anos 70, recebeu apenas 3% dos votos dos estudantes.

Colégio Bandeirantes, no Paraíso, fez simulação das eleições com seus alunos
FOTO: JF Diório/Estadão

Já no Colégio Equipe, em Higienópolis, Haddad aparece em primeiro lugar, com 68% dos votos, seguido de Guilherme Boulos (PSOL), com 14%. O Equipe tem um projeto pedagógico humanista e ficou conhecido por posicionamentos de resistência durante a Ditadura Militar. Jair Bolsonaro teve apenas um voto na escola. Geraldo Alckmin (PSDB) e Henrique Meirelles (MDB) não tiveram nenhum.

Nas simulações para o governo do Estado, a polarização continua. No Equipe vence a candidata do PSOL, Lisete Arelaro, com 70% dos votos. Nas últimas pesquisas do Ibope, ela aparecia com 1% dos votos.

João Doria (PSDB) ganha no Band, com 46%, seguido de Rogério Chequer (Novo), com 16%. A intenção de voto na simulação na escola também está bem acima do que aparece no cenário do Estado, em que Doria tem 24% e Chequer, 1%.