Vice-presidente da Câmara quer ter o direito de doar seu salário para campanha

Naira Trindade

15 Agosto 2017 | 21h43

Coluna do Estadão / Sinais Particulares/ fabio ramalho

 

O vice-presidente da Câmara, Fabio Ramalho (PMDB-MG), vai apresentar uma proposta para permitir que os deputados possam doar até 25% de seus salários para financiar campanhas. O deputado é contrário ao fundo eleitoral de R$ 3,6 bilhões aprovado pela comissão que debateu a reforma política. Ele propõe limite de R$ 100 mil de financiamento privado para as campanhas. Na Câmara,  deputados dão como certa a derrota da criação de um fundo eleitoral de R$ 3,6 bilhões. No cálculo do deputado Beto Mansur, vai prevalecer a PEC do financiamento privado aprovada pelo Senado.