‘Vice não é mais decorativo’, diz Ana Amélia

‘Vice não é mais decorativo’, diz Ana Amélia

Juliana Braga

02 Agosto 2018 | 11h05

Senadora Ana Amelia. Foto: Dida Sampaio/Estadão

A senadora Ana Amélia (PP-RS), esquivando-se de responder sobre a proposta para ser vice de Geraldo Alckmin, afirmou nesta quinta-feira, 2, que o vice não é mais “uma figura decorativa”.

Citando José Sarney, Itamar Franco e Michel Temer, a senadora disse estar avaliando se tem condições para assumir o posto de vice e, eventualmente, a Presidência da República, se for necessário.

Ela é cotada para ocupar o posto por integrantes do Centrão e do PSDB. Pesquisas qualitativas colocam a senadora entre as preferidas para a vaga.

Ao chegar à convenção do PP, a senadora afirmou que, na política, “não se pode dizer não”. Disse ainda que, para tomar uma decisão final, conversaria também com seu médico. Essa semana, Ana Amélia foi internada após um pico de pressão alta.

Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao
Instagram: @colunadoestadão