Valdemar Costa Neto dá início a ‘limpa’ em diretórios estaduais do PL após filiar Bolsonaro

Valdemar Costa Neto dá início a ‘limpa’ em diretórios estaduais do PL após filiar Bolsonaro

Camila Turtelli e Matheus Lara

19 de janeiro de 2022 | 05h00

O presidente do PL, Valdemar Costa Neto.

O PL começou a adaptar seus diretórios estaduais à campanha de reeleição de Jair Bolsonaro. Todos os escritórios da sigla em Estados são representações provisórias, o que deixa qualquer mudança a uma canetada de distância, dependendo apenas da vontade de Valdemar Costa Neto. No Pará, o agora ex-presidente estadual Cristiano Vale disse não ter sido avisado da sua destituição na semana passada. “Não esperava. Tenho uma história de 20 anos no partido”. Apesar de não ter divergências com Bolsonaro, ele apoia a reeleição de Helder Barbalho (MDB). O presidente deve dividir palanque com o senador Zequinha Marinho (PSC). Ontem, o TSE autorizou a desfiliação de Vale do PL.

VEJA BEM. Valdemar até sinalizou que os diretórios teriam independência. A condição provisória, porém, pode inviabilizar esta promessa. Segundo o cientista político Murilo Medeiros, o cenário permite ao PL acomodar novas lideranças e dissolver comandos regionais.

É ASSIM. Além do PL, o Republicanos também tem todos os diretórios estaduais na condição de provisórios. “A Constituição garante autonomia e o partido resolveu se estruturar assim”, disse Marcos Pereira, que preside a sigla.

TRATAMENTO. Em dois anos, o programa Novo Pinheiros realizou 516 mil novas ligações de esgoto – o equivalente a todo o sistema de uma cidade do tamanho de Porto Alegre, de acordo com a Sabesp. A previsão do governo de São Paulo é que até o fim de janeiro 97% dos imóveis incluídos no projeto estejam conectados à rede.

TRATAMENTO 2. O programa entra agora na etapa de implantação de unidades de recuperação que farão o tratamento nos locais onde não será possível realizar a conexão no próprio imóvel. O governo Doria tem prometido entregar o Rio Pinheiros totalmente despoluído até o final de 2022, com 533 mil imóveis conectados à rede de esgoto.

CLICK. Carla Zambelli (PSL-SP), deputada federal.

Parlamentar compartilhou em tempo real nas redes sociais sua ida ao salão para um corte de cabelo. Até pediu pela aprovação por parte dos seguidores.

TÁ OFF. O site do Conselho Nacional de Saúde (CNS), repositório de resoluções, notas técnicas e outros posicionamentos do órgão, sofreu um apagão de um mês de duração, desde o início dos ataques hackers sofridos pelos ambientes virtuais do Ministério da Saúde.

TÁ OFF 2. Nos bastidores, houve até suspeita de boicote diante dos posicionamentos incisivos da entidade contra ações do governo. O CNS recomendou, antes mesmo da decisão do Supremo, a adoção do passaporte da vacina, tanto para a entrada de viajantes quanto para a participação em atividades coletivas no Brasil.

OUTRO LADO. Questionado sobre o problema, o Ministério da Saúde disse, depois que a plataforma voltou a ficar disponível, que implementou novas regras de segurança e isso teria impactado o acesso ao administrador no site do CNS.

BANG! Quem não conhece o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira (PP), pode até pensar que ele sempre tratou Lula como inimigo e agora assumiu o comando da trincheira bolsonarista e antipetista…

SPLASH! Mas como um dos principais líderes do Centrão, cuja premissa é sempre ser a favor do governo, seja ele qual for, ele sabe que é preciso repensar o armamento dos ataques de acordo com o desenrolar da disputa pelo Planalto…

SINAIS PARTICULARES (por Kleber Sales). Ciro Nogueira, ministro da Casa Civil

PRONTO, FALEI! Tabata Amaral, deputada federal (PSB-SP)

“A matemática perversa de Bolsonaro: o desmatamento na Amazônia é o maior em 10 anos, porém houve uma redução de 80% das multas aplicadas pelo Ibama.”

ALBERTO BOMBIG ESTA DE FÉRIAS E RETORNA À ‘COLUNA DO ESTADÃO’ NO DIA 16 DE FEVEREIRO

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.