União Química deve apresentar documentos para contrato de compra da Sputnik V

União Química deve apresentar documentos para contrato de compra da Sputnik V

Coluna do Estadão

10 de fevereiro de 2021 | 05h00

‘Sputnik V’ é a vacina desenvolvida pela Rússia Foto: RDIF

A farmacêutica União Química espera apresentar nesta quarta-feira, 10, ao Ministério da Saúde documentos com informações para dar andamento ao contrato de compra pelo governo federal de 10 milhões de doses da vacina Sputnik V. Serão informados o cronograma de importação da Rússia, o preço e a logística de recebimento e distribuição interna do imunizante. Segundo o diretor de Negócios Internacionais Rogério Rosso, com a entrega dos dados, o ministério poderá iniciar a formalização do contrato, já anunciado, de compra das vacinas.

Pedra… A efetivação do negócio pelo Ministério da Saúde, no entanto, ainda depende de liberação da Anvisa. A agência tem questionado as informações repassadas pela farmacêutica. A Agência Europeia de Medicamentos aprovou o pedido de registro do imunizante.

…no sapato. As informações que serão apresentadas não dizem respeito ainda à produção da vacina no Brasil. Elas são referentes apenas às doses que deverão vir prontas da Rússia.

Dindin. O preço de referência da Sputnik na Rússia é de US$ 10. As autoridades russas ainda não informaram à farmacêutica qual deverá ser o preço de venda ao Brasil, mas certamente será acima desse valor.

Indigesto? Do deputado Celso Sabino (PA), aliado de Aécio Neves (MG) no PSDB, sobre o convite do governador João Doria para Rodrigo Maia (DEM-RJ) virar tucano: “Preciso digerir isso com um sal de frutas”.

SINAIS PARTICULARES.
Celso Sabino, deputado federal (PSDB-PA)

Ilustração: Kleber Sales

Crise… “Bruno Araújo tem de sair do comando do PSDB. O partido precisa ter um posicionamento claro (sobre o governo Jair Bolsonaro). Cada um faz o que quiser, mas não é possível que o partido não se expresse na figura do seu presidente”, afirmou o deputado Samuel Moreira (SP) à Coluna sobre a crise no PSDB.

…tucana. Como reação ao movimento do governador paulista contra Bruno Araújo, parte da bancada do PSDB na Câmara, comandada pelo deputado Rodrigo de Castro (MG), próximo a Aécio, pretende apresentar à Executiva Nacional do partido a proposta de prorrogação do mandato do atual presidente, que termina em maio.

Captei. Os dois votos mais aguardados no julgamento da Segunda Turma do Supremo que liberou a Lula acesso às mensagens da Operação Spoofing eram os de Kassio Nunes Marques e Cármen Lúcia: ambos foram favoráveis à defesa do ex-presidente.

Captei 2. Quem conhece de STF e do cenário político tem a seguinte leitura: 1) Cármen está mudando o entendimento dela sobre os processos contra Lula; 2) Nunes Marques captou a mensagem de Jair Bolsonaro. Não é para o presidente manter o espectro político do petista rondando o cenário eleitoral do País.

CLICK. O presidente do MDB, deputado Baleia Rossi (à dir.), se reuniu com o vice-presidente do partido, senador Confúcio Moura, para discutir o futuro da legenda.

Reprodução/Instagram

No… O vice-presidente Hamilton Mourão deve apresentar nesta quarta-feira, 10, aos ministros do Conselho da Amazônia o Plano Estratégico de todas as áreas do governo para os próximos dois anos.

…papel. Segundo quem teve acesso ao documento, a ideia é fazer um esforço mais centralizado a partir de agora: combate às ilegalidades nos dez municípios mais afetados. Com isso, estima-se uma redução de 30% nos índices de desmatamento da região.

PRONTO, FALEI! 

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, no plenário da Corte durante sessão por videoconferência. Foto: Fellipe Sampaio /STF

Gilmar Mendes, ministro do STF: “Ou os hackers de Araraquara são notáveis ficcionistas, os novos Gabriel García Marquez, e merecem o prêmio Nobel de Literatura, ou este é o maior escândalo judicial da humanidade”, sobre decisão da 2ª Turma do STF que garantiu a Lula acesso a mensagens da “Vaza Jato”.

COM REPORTAGEM DE ALBERTO BOMBIG, MARIANA HAUBERT E MARIANNA HOLANDA. 

Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao
Instagram: @colunadoestadao

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.