Um ‘novo velho’ desafio já aguarda os eleitos

Um ‘novo velho’ desafio já aguarda os eleitos

Coluna do Estadão

29 de novembro de 2020 | 05h00

Wanderson de Oliveira. FOTO: DIDA SAMPAIO/ESTADÃO

Wanderson de Oliveira, epidemiologista e ex-auxiliar de Luiz Henrique Mandetta no Ministério da Saúde, diz que os prefeitos eleitos ou reeleitos terão de cara um grande desafio no início dos mandatos: o provável recrudescimento da pandemia após as festas de final de ano. Segundo ele, se tudo ficar como está, a doença “vai explodir”. Oliveira alerta que encontros familiares transmitem mais o vírus do que, por exemplo, o transporte público, onde cuidados são redobrados. A rede municipal de atendimento precisa estar bem preparada.

Lotado. Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis, a ocupação no setor em cidades turísticas de São Paulo na virada do ano já é de 100%.

Pouco. Nas cidades do País onde hoje será disputado o segundo turno das eleições, o tema “pandemia” permeou direta ou indiretamente campanhas e debates. Porém, em muitos casos, acabou se restringindo a isolar ou não a população.

Ponto de vista. “Sou contrário ao movimento de fechar tudo porque não dá mais. Tem de ter bom senso e cautela. Neste estágio da pandemia, é muito mais importante educarmos a população”, diz Oliveira.

De Alagoas… Após ter perdido um importante aliado em Alagoas, o senador Renan Calheiros decidiu entrar nas intrincadas articulações que envolvem a disputa pelo comando da Câmara dos Deputados.

…até… O vice-governador Luciano Barbosa rompeu com o clã Calheiros para concorrer à prefeitura de Arapiraca. Renan e Renan Filho, o atual governador, atribuíram a decisão de Barbosa à influência de Arthur Lira (PP-AL) no processo.

…Brasília. O senador Renan passou a trabalhar nos bastidores pela possibilidade de Rodrigo Maia (DEM-RJ) concorrer à reeleição para presidente da Câmara, o que seria um golpe quase fatal para Arthur Lira.

Outra. Na eleição de Maceió, Lira está com João Henrique Caldas, conhecido como JHC, no segundo turno, em troca do apoio do PSB à sua eleição para a presidência da Câmara. Alfredo Gaspar de Mendonça é o candidato de Renan.

CLICK. Luiz Fux participou sexta-feira de almoço na casa do presidente da Conib, Claudio Lottenberg (à esq). Esteve presente também o cônsul de Israel Alon Lavi.

FOTO: COLUNA DO ESTADÃO

Investigação. O Ministério Público Eleitoral de SP recebeu denúncia coletiva de candidatas do PSL. Elas alegam que foram usadas como laranjas para só para cumprir a cota feminina.

Investigação 2. Candidatas negras do PDT também teriam feito denúncia similar aos procuradores paulistas. Agora, o MP está na fase de coleta de provas.

Melhor… No segundo turno em Goiânia, bolsonaristas acabaram sem opção: a ofensiva de Vanderlan Cardoso (PSD), apoiado pelo governador Ronaldo Caiado (DEM), contra seu adversário, Maguito Vilela (MDB), pegou muito mal.

…ficar quieto. A avaliação é de que Vanderlan teve muita dificuldade em lidar com o estado de saúde de Maguito, internado por complicações da covid-19. A situação eleitoral inédita, de fato, é muito delicada, e os bolsonaristas acharam melhor deixar quieto.

‘I can’t get no’. O presidente Jair Bolsonaro tem sido chamado de “Mick Jagger das eleições municipais”. O astro inglês do rock pegou fama de pé-frio.

ILUSTRAÇÃO: KLEBER SALES/ESTADÃO

PRONTO, FALEI!

Gilmar Mendes. FOTO: NELSON JR./SCO/STF

Gilmar Mendes, ministro do STF: “O futebol perdeu um de seus maiores nomes. Diego Armando Maradona será para sempre lembrado por sua genialidade e carisma dentro de campo.”

COM REPORTAGEM DE ALBERTO BOMBIG, MARIANA HAUBERT E MARIANNA HOLANDA. COLABOROU ADRIANA FERRAZ.

Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao
Instagram: @colunadoestadao

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.