UGT pode apoiar retorno da CPMF

.

Luiza Pollo

16 de maio de 2016 | 16h04

A UGT deve aproveitar a reunião de centrais sindicais com o presidente em exercício, Michel Temer, para demonstrar disposição para apoiar um eventual retorno da CPMF. A condição, dizem interlocutores da central, é que haja algum tipo de contrapartida do Planalto, como a demissão de cargos de confiança com remuneração maior.

Mais conteúdo sobre:

Central Sindical