Tucanos tentaram convencer PMDB a desistir de Lobão no comando da CCJ

Tucanos tentaram convencer PMDB a desistir de Lobão no comando da CCJ

.

Luiza Pollo

09 de fevereiro de 2017 | 05h15

Ilustração: Kleber Sales/Estadão

Ilustração: Kleber Sales/Estadão

Senadores tucanos tentaram, em vão, convencer o PMDB a desistir de indicar Edison Lobão para o comando da CCJ, prevenindo que seria enorme o desgaste de nomear um político citado nas delações da Lava Jato.

Ao lado de outros partidos da base, os tucanos chegaram a montar um plano para derrotar Lobão, votando em Raimundo Lira (PMDB-PB). Ao perceber o movimento, o PMDB não indicou Lira nem para integrar a CCJ.

Siga a Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao

Tudo o que sabemos sobre:

PSDBPMDBEdison Lobão

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.