Tribunal de Contas de Alagoas proíbe roupas curtas, decotes e transparências

Tribunal de Contas de Alagoas proíbe roupas curtas, decotes e transparências

-

Luiza Pollo

07 de maio de 2016 | 09h00

tribunal de contas alagoas

FOTO: TCE Alagoas/Divulgação

O Tribunal de Contas do Estado de Alagoas aprovou na semana passada resolução, “de forma a garantir padrões mínimos de decoro condizentes”.

A medida não trata de política, mas sim dos trajes que podem ser usados no local. A decisão do tribunal proibiu roupas “excessivamente curtas ou com decotes acentuados, que exponham a região abdominal, bem como aquelas que exponham, ainda que por transparência, partes do corpo que, por costume, não ficam à mostra”.