Tenente-coronel e mais sete militares são condenados por fraude

-

Luiza Pollo

02 de junho de 2016 | 17h56

O Superior Tribunal Militar (STM) condenou um tenente-coronel, seis suboficiais e um terceiro-sargento da Aeronáutica por fraude em diárias e passagens no Cindacta III, em Recife (PE). O STM informa que todos eles receberam valores, que somam mais de R$ 60 mil de prejuízo aos cofres públicos, de forma fraudulenta. Segundo o Ministério Público Militar (MPM), os acusados simulavam viagens que não eram feitas e recebiam os valores correspondentes pelas supostas missões. No total, foram feitas 241 Ordens de Serviço fraudulentas durante cinco anos (entre 2007 e 2012).

Os réus foram condenados a mais de um ano de reclusão e os valores já foram devolvidos aos cofres da União.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: