Temer vai condecorar envolvidos na fuga de senador boliviano

Temer vai condecorar envolvidos na fuga de senador boliviano

Coluna do Estadão

20 de abril de 2017 | 07h15

BOLIVIANO1 BSB DF NACIONAL - ROGER PINTO MOLINA/BRASILIA - O ex- senador de oposição na Bolivia, Roger Pinto Molina, acena para os jornalistas ao lado do advogado Fernando Tiburcio,em Brasília. 26/08/2013 Foto: DIDA SAMPAIO/ESTADAO

ROGER PINTO MOLINA/BRASILIA – O ex- senador de oposição na Bolivia, Roger Pinto Molina Foto: DIDA SAMPAIO/ESTADAO

 

Temer decidiu condecorar com a mais alta honraria da diplomacia brasileira os envolvidos na fuga do senador Pinto Molina, opositor do esquerdista Evo Morales, da Bolívia para o Brasil, em 2013.

Os motoristas e os fuzileiros navais que ajudaram na fuga, além do advogado Fernando Tibúrcio e do embaixador Eduardo Saboia, vão receber a medalha da Ordem de Rio Branco.

O caso gerou uma crise no governo Dilma, que mandou punir os diplomatas envolvidos.

Siga a Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: