Temer, Renan e Maia selam acordo para aprovação de projetos

Temer, Renan e Maia selam acordo para aprovação de projetos

Pelo trato, se texto for aprovado na Câmara terá que ser votado no Senado e vice-versa

Coluna do Estadão

21 de julho de 2016 | 07h00

temer sinais

Sinais Particulares: Renan Calheiros, Michel Temer e Rodrigo Maia, presidentes do Senado, da República (em exercício) e da Câmara, respectivamente. Ilustração: Kleber Sales

No jantar que reuniu o presidente em exercício, Michel Temer, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), ontem, no Jaburu, ficou combinado que se um projeto for aprovado na Câmara, o Senado se compromete a pautar a votação e vice-versa. Evita-se assim que um tema avance em uma Casa e morra na outra.

Tudo o que sabemos sobre:

Congresso

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.