Temer quer que Alexandre de Moraes conserte comentário fora do Planalto

Temer quer que Alexandre de Moraes conserte comentário fora do Planalto

­

Coluna do Estadão

26 de setembro de 2016 | 16h58

O Ministro da Justiça, Alexandre de Moraes. Foto: Jf Diório/Estadão

O Ministro da Justiça, Alexandre de Moraes. Foto: Jf Diório/Estadão

O puxão de orelha que o presidente Michel Temer pretende dar no ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, deve ficar para amanhã de manhã.

Assessores do Planalto reavaliaram e chegaram à conclusão de que é melhor deixar o ministro se explicar longe do Palácio. Ele está em São Paulo e só desembarca em Brasília amanhã cedo. A ordem é não trazer a crise para o colo do governo.

Os interlocutores avaliam que, no dia que as manchetes seriam sobre Palocci, o ministro “falastrão” inverteu o foco. Ontem mesmo, após a matéria do Estadão sobre os comentários, Moraes ligou para Temer para se explicar. Sem saber do vídeo, teria dito ao presidente que não era bem como estava publicado. Assessores relatam que Temer ficou “indignado” com o comentário.

Agora, Temer quer que o ministro mude de comportamento e passe a ouvir mais assessores. Temer espera que Moraes conserte o imbróglio causado pelos comentários dele na campanha de Duarte Nogueira, em São Paulo. (Naira Trindade)

 

 

Tudo o que sabemos sobre:

Lava Jato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: