Temer diz ao STF ser contra mudar distribuição de tempo de TV na campanha

Temer diz ao STF ser contra mudar distribuição de tempo de TV na campanha

Andreza Matais

24 de abril de 2018 | 06h00

Sinais Particulares: Presidente Michel Temer; por Kleber Sales

Em parecer encaminhado ao Supremo, por meio da Advocacia Geral da União (AGU), o presidente Michel Temer manifestou-se contrário às pretensões do PP e do Podemos, que recorreram à Justiça para tentar aumentar o tempo de TV que terão na campanha. No parecer, Temer diz que a distribuição de tempo de TV cabe ao Congresso Nacional e não à Justiça.

Na ação, as suas siglas pedem que a divisão seja feita com base no número de deputados que cada partido tinha no dia 28/8/2017 e não nas bancadas eleitas em 2014. A mudança beneficiaria o PP, que elegeu 45 parlamentares e hoje conta com uma bancada de 53. Na disputa presidencial, a sigla sinaliza apoio a Rodrigo Maia (DEM).

A data defendida pelo PP e Podemos é a mesma aprovada na última reforma eleitoral, mas que só valerá para a eleição de 2022. (Andreza Matais)

Tudo o que sabemos sobre:

Temeração PP e Podemostempo de TVSupremo

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.