Temer deve ser substituído por Rodrigo Maia em encerramento da Olimpíada

Temer deve ser substituído por Rodrigo Maia em encerramento da Olimpíada

Presidente em exercício foi vaiado durante cerimônia de abertura dos Jogos

Luiza Pollo

12 de agosto de 2016 | 09h43

temer_maia_dida

Michel Temer e Rodrigo Maia | Dida Sampaio/Estadão

Depois de ser vaiado na cerimônia de abertura da Olimpíada, o presidente interino, Michel Temer, não deve mais participar do encerramento dos Jogos, no dia 21 de agosto. Seu representante será o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), atualmente o segundo na linha de sucessão. Maia foi eleito presidente da Casa em julho, após a renúncia de Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Segundo a Coluna apurou, tanto a Câmara quanto pessoas do governo ligadas à organização das Olimpíadas já foram informadas da substituição.

No início da semana, havia expectativa de que Temer fosse à cerimônia para estreitar relações com o Japão, que sediará os próximos Jogos Olímpicos.

Pelo protocolo da Olimpíada, não há manifestação do presidente da República ou de seu representante na cerimônia de encerramento, apenas do prefeito do Rio, Eduardo Paes, e do governador de Tóquio.

Na abertura da competição, Temer falou por apenas alguns segundos e foi alvo de vaias. (Daniel Carvalho)

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.