Temer deixa para Bolsonaro política sobre valor do salário mínimo

Temer deixa para Bolsonaro política sobre valor do salário mínimo

Naira Trindade

31 de dezembro de 2018 | 15h12

 

O presidente Michel Temer vai deixar para Jair Bolsonaro a missão de definir a nova política de valorização para o salário mínimo a partir de 2019. A remuneração atual é R$ 954, mas essa regra de cálculo termina em 1º de janeiro de 2019.

Temer poderia estipular o valor por decreto, mas fontes do Planalto dizem que ele abriu mão para seu sucessor. Segundo auxiliares do presidente, ele não irá assinar mais nenhum ato.

No caso do mínimo, a Coluna apurou que Temer não quis editar o decreto em razão de sua equipe econômica defender um valor abaixo dos R$ 1.006 aprovados pelo Congresso.

Na proposta de campanha, que protocolou no TSE, Bolsonaro não mencionou qual é sua proposta para o salário mínimo.(Naira Trindade)