Temer calcula ter 21 de 22 votos do PMDB para trabalhista

Temer calcula ter 21 de 22 votos do PMDB para trabalhista

.

Luiza Pollo

11 de maio de 2017 | 07h30

Foto: Pedro França/Agência Senado

O governo já contabiliza apoio de 21 dos 22 senadores do PMDB para aprovar a reforma trabalhista. O cálculo é do próprio presidente Michel Temer.

Siga a Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao

Tudo o que sabemos sobre:

Senadoreforma trabalhista

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.