Temer bateu martelo sobre  prazo para Estados e municípios fazerem suas reformas da Previdência

Temer bateu martelo sobre prazo para Estados e municípios fazerem suas reformas da Previdência

.

Andreza Matais e Vera Rosa

27 Março 2017 | 17h03

Foto: Dida Sampaio/Estadão

Foto: Dida Sampaio/Estadão

O presidente Michel Temer bateu o martelo na proposta de incluir uma emenda na Reforma da Previdência que obrigue Estados e municípios a fazerem suas reformas no prazo de seis meses após a PEC ser aprovada no Congresso. A ideia surgiu no sábado a partir de uma conversa do presidente com o secretário da Previdência, Marcelo Caetano, e o ministro Henrique Meirelles. No domingo, conforme revelou o Estadão hoje com exclusividade na edição impressa, Temer conversou sobre o assunto com os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia, e do Senado, Eunício Oliveira, e com o deputado Pauderney Avelino (DEM-AM). Todos apoiaram a iniciativa.

Os estados e municípios que não fizerem suas reformas no prazo terão que cumprir as regras da reforma federal.

Siga a Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao

Mais conteúdo sobre:

Reforma da Previdência