TCU vê mais prejuízos em obras do Comperj

TCU vê mais prejuízos em obras do Comperj

.

Luiza Pollo

29 de março de 2017 | 05h30

Foto: Marcio Fernandes/Estadão

Foto: Marcio Fernandes/Estadão

O Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj) virou um elefante branco. Auditoria do Tribunal de Contas da União (TCU) encontrou sobrepreço de R$ 544 milhões em mais quatro contratos tocados por nove empreiteiras investigadas na Operação Lava Jato. As obras integram a primeira fase do empreendimento, 85% executada. Por falta de dinheiro, a entrega da obra foi adiada para 2021. O ministro Vital do Rêgo, relator do processo, deve avaliar se cabe pedir o bloqueio de bens dos responsáveis pelo prejuízo. O caso será julgado hoje.

Siga a Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao

Tudo o que sabemos sobre:

Comperj

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.