TCU notifica Grace Mendonça e Wagner Rosário por leniência da Odebrecht

TCU notifica Grace Mendonça e Wagner Rosário por leniência da Odebrecht

Juliana Braga

12 de abril de 2019 | 11h34

Ex-ministra da Advocacia-Geral da União (AGU) Grace Mendonça. Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo

O Tribunal de Contas da União (TCU) expediu ofício a ex-ministra da Advocacia-Geral da União (AGU) Grace Mendonça e ao ministro da Controladoria-Geral da União (CGU), Wagner Rosário, para uma audiência sobre processo referente ao acordo de leniência da Odebrecht.

A investigação foi aberta a pedido dos auditores do TCU, que afirmam ter havido obstrução aos trabalhos de fiscalização da Corte aos termos do acordo firmado com a empreiteira. Técnicos alegam que a CGU e a AGU se negaram a fornecer informações antes de assinar o acerto de R$ 2,72 bilhões.

Candidata a uma indicação para o Tribunal Superior Eleitoral, Grace Mendonça pode acabar impedida assumir a vaga. Se for condenada, a ex-ministra pode ser obrigada a pagar multa e ficar impedida de exercer cargo em confiança por até cinco anos. A previsão é de que o processo, sob relatoria do ministro Bruno Dantas, seja concluído em 45 dias.  (Juliana Braga)