TCU fará auditoria no Fundo Soberano de Lula

TCU fará auditoria no Fundo Soberano de Lula

Coluna do Estadão

21 de outubro de 2019 | 05h00

O ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Bruno Dantas autorizou uma auditoria para verificar a regularidade das operações no Fundo Soberano do Brasil. Aproveitou a postura colaborativa de Paulo Guedes, interessado em apontar erros de gestões anteriores para justificar a demora do ministério da Economia em reagir. O fundo foi criado no período Lula (2003-2010) e tinha a finalidade de ser uma reserva durante a crise de 2008. Mas começou a ser desidratado na gestão Michel Temer, como forma de cobrir o rombo das contas públicas.

O tamanho. No documento em que solicitam a investigação, os auditores do TCU relatam que o fundo começou com R$ 14 bilhões de reservas e transferiu R$ 27 bilhões às contas do Tesouro na sua liquidação.

Cofrinho. Ao longo dos anos, o Tesouro Nacional foi se desfazendo das ações que o fundo possuía para usar os recursos na formação de superávit primário.

Caminho. O bom entrosamento entre o TCU e a Economia tem facilitado auditorias que antes não eram possíveis. A avaliação é de que a equipe econômica da ex-presidente Dilma Rousseff dificultava tudo.

…livre. Em junho, o tribunal autorizou pente-fino nos US$ 383 bilhões de reservas internacionais do País, administrados pelo Banco Central. O objetivo é aproveitar o momento para criar precedente e manter essas apurações como rotina.

Choque… A reaproximação de Marta Suplicy do PT chacoalhou a roseira do partido na capital paulista. Jilmar Tatto, vetado por Lula como pré-candidato, começa articular a candidatura de Marta a prefeita de SP.

…petista. A ex-petista elogiou Lula em entrevista ao Estado. No PT, há quem acredite na possibilidade de Fernando Haddad se mexer para entrar nesse o jogo.

SINAIS PARTICULARES.
Eduardo Gomes,  líder do governo no Congresso (MDB-TO)

Kleber Sales

Quem indica. Participaram da reunião que corou Eduardo Gomes (MDB-TO) como novo líder do Congresso: Augusto Heleno, Luiz Eduardo Ramos, Flávio Bolsonaro e, por telefone, Davi Alcolumbre.

Climão. Apesar de ter sido destituída só na quinta-feira passada, Joice Hasselmann já vinha faltando às últimas reuniões da articulação política no Planalto.

CLICK. Luiz Eduardo Ramos aproveitou para dar um rolê na sua Harley Davidson e “esfriar a cuca” ao som de Creedence Clearwater Revival.

Coluna do Estadão

Ambiente. João Campos (PSB-PE) vai colher assinaturas para uma CPI do vazamento de óleo no Nordeste.

Grande dia? A despeito das críticas, o governo está empolgado com o relatório do novo marco do saneamento. A expectativa é de que a lei seja sancionada ainda neste ano.

PRONTO, FALEI!

Reprodução/Câmara dos Deputados

Domingos Neto, deputado federal (PSD-CE): “Não dá para vivermos em ambiente de desconfiança, em que reuniões podem ser gravadas e ter falas divulgadas fora de contexto”, sobre vazamentos do PSL.

COM JULIANA BRAGA E MARIANNA HOLANDA

Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao
Instagram: @colunadoestadao

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: