Substitutivo balizará os rumos do governo

Substitutivo balizará os rumos do governo

Coluna do Estadão

19 de maio de 2019 | 05h00

Presidente Jair Bolsonaro. FOTO: DIDA SAMPAIO/ESTADÃO

Se for mantida e, ao fim e ao cabo, obtiver sucesso, a proposta de reforma da Previdência a ser apresentada pelos deputados em forma de substitutivo reforçará a percepção de que a agenda necessária para o País, a econômica, pode avançar sem Jair Bolsonaro e a despeito dele. Não é pouco quando a instabilidade cresce e um déjà vu coletivo de 1992 e 2016 começa se instalar no País. Por isso, o meio político aguarda apreensivo os próximos dias para analisar a reação do presidente à tacada da Câmara: aceitará passivamente ou reagirá à moda dos Bolsonaros?

Contas. Os deputados da Comissão Especial acham que, se conseguirem atrair PSB e PDT para o texto substitutivo, a aprovação em plenário estará praticamente assegurada.

De olho. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), não descarta fazer ajustes nas regras de transição da reforma.

Sonhos… Ainda juntando os cacos após a derrocada de suas gestões na Presidência, a direção do PT avalia que o País caminha para um “parlamentarismo branco”, com o poder de Bolsonaro muito esvaziado.

… da esquerda. No melhor dos sonhos petistas, porém, a confusão se instala de vez e termina na convocação de novas eleições.

SINAIS PARTICULARES

GOVERNADORES

Romeu Zema (Novo-MG)

Kleber Sales

Ele, sim. O sentimento na bancada do PSL é de que Major Vitor Hugo traduz melhor o pensamento de Jair Bolsonaro no Congresso. O fato de o Centrão não gostar tanto do líder do governo seria a prova cabal.

Esfinge. A dupla Onyx Lorenzoni e Joice Hasselmann na articulação, apesar de dialogar melhor com outros partidos, atua com o sinal trocado e às vezes se afasta dos verdadeiros anseios de Bolsonaro.

A faca… A atrapalhada articulação política de Bolsonaro estará envolvida na reta final da reforma da Previdência no mesmo período em que tentará aprovar em sessão do Congresso o PLN que dá crédito suplementar ao Orçamento da União.

…. e o queijo. No limite, se não aprovar o crédito suplementar com apoio do Congresso, Bolsonaro pode cometer crime de responsabilidade fiscal.

Quem tem amigo… Depois de ver a Rede minguar sem recursos do fundo partidário (não atingiu a cláusula de barreira), Marina Silva tem passado o chapéu entre amigos mais abastados. Ela já teria conseguido garantir o próximo ano de funcionamento do partido.

Futuro. Na Rede, há quem defenda que Marina se lance à Prefeitura de São Paulo ano que vem ou a deputada federal em 2022 para ajudar o partido. A ex-ministra teve cerca de 1 milhão de votos ano passado.

CLICK. O presidente Bolsonaro e o ministro Fernando e Silva receberão na próxima terça-feira os atletas militares campeões mundiais de Revezamento 4×4.

DIVULGAÇÃO/DEP. DE DESPORTO MILITAR

Também quero! O deputado Angelo Coronel (PSD-BA) apresentou uma PEC para a Câmara e o Senado também poderem indicar ministros do Supremo. Pelo projeto, subscrito por 30 senadores, o presidente teria apenas cinco indicações.

Fique… O TSE retoma na terça-feira, com a leitura do voto-vista do ministro Edson Fachin, o julgamento do casa das candidaturas laranjas de mulheres. Uma delas sequer foi às urnas.

… de olho. Esse caso balizará como a Corte vai tratar o episódio envolvendo o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio.

COM REPORTAGEM DE ALBERTO BOMBIG, JULIANA BRAGA E MARIANNA HOLANDA

Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao
Instagram: @colunadoestadao

Tendências: