Subprocurador quer investigar Bolsonaro e até Trump por causa de cloroquina

Subprocurador quer investigar Bolsonaro e até Trump por causa de cloroquina

Alberto Bombig

18 de julho de 2020 | 12h14

Lucas Furtado. FOTO: RENATO ARAUJO/ABr

O subprocurador-geral Lucas Furtado encaminhou representação ao ministro Bruno Dantas, do Tribunal de Contas das União (TCU), pedindo eventual “reparação dos cofres públicos” caso as despesas com o tratamento contra a covid-19 de Jair Bolsonaro, “mediante uso da cloroquina e/ou da hidroxicloroquina”, estejam sendo custeadas com recursos públicos. Ele solicita ainda que Bolsonaro “deixe de propagandear o uso, pelos brasileiros”, desses medicamentos, uma vez que a eficácia deles no combate à doença não foi comprovada pela ciência.

Hello. A cereja da representação está numa nota de rodapé acerca da possibilidade de inclusão do presidente Donald Trump como um dos alvos, junto com seu colega Jair Bolsonaro.

Hello 2. “Tenho de examinar e amadurecer essa ideia. Ainda tenho dúvidas se este Ministério Público e o TCU podem alcançar o presidente dos Estados Unidos da América”, diz o subprocurador Furtado.

 

 

 

 

 

 

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.