Só indicação do filho 03 abala apoio fiel ao pai

Só indicação do filho 03 abala apoio fiel ao pai

Coluna do Estadão

27 de agosto de 2019 | 05h00

Crédito: Eduardo Bolsonaro

A indicação informal de Eduardo Bolsonaro para embaixador do Brasil em Washington parece ser, até agora, a única derrapada de Jair Bolsonaro capaz de provocar algum abalo entre os apoiadores fidelíssimos dele, algo em torno de 30% dos brasileiros. Segundo um analista de pesquisas ouvido pela Coluna, a tentativa do presidente de emplacar o filho 03 no alto posto da diplomacia do País transmite o seguinte recado: dar privilégios para sua própria família, quando esse fiel e quase inabalável grupo de eleitores quer mesmo o fim dos privilégios.

Ruim. Na mais recente pesquisa CNT/MDA, 72,7% disseram considerar a indicação inadequada. Conforme levantamento da Quaest Consultoria e Pesquisa, 45% dos apoiadores fiéis de Bolsonaro afirmaram discordar ou discordar completamente da ida do 03 para o cargo nos EUA.

Bom para ele.  O principal ativo de Jair Bolsonaro, que explica em larga medida o fã clube de quase 30%, ainda é o discurso do combate à corrupção. Boa notícia para o ministro Sérgio Moro (Justiça).

Onde? Na vida real, o maior desafio de Bolsonaro ainda é trazer os empregos e o crescimento de volta. Para efeito de pesquisas de avaliação, no entanto, a sorte do presidente é que o seu fã clube parece imune e (desatento) ao problema.

Até quando? Enquanto os mais pobres sofrem com o desemprego, as classes mais favorecidas, majoritárias no fã clube, ainda se sustentam no serviço público e no setor de serviços e confia no ministro Paulo Guedes (Economia).

Tô nem… Mesmo depois de Rodrigo Maia ter dito que não dará andamento à PEC que libera a exploração de atividades agropecuárias em terras indígenas, o presidente da CCJ, Felipe Francischini (PSL-PR), diz que manterá a apreciação do texto no colegiado.

…aí. “Minha função é debater os temas na CCJ”, diz Francischini. Maia afirmou que não instalaria a comissão l para analisar o assunto após a Coluna revelar articulação de Francischini para apreciar a proposta.

Fora. O acordo para a votação na CCJ foi construído na semana passada em uma costura que envolveu o porte de arma em propriedade rural, com a participação do líder do governo, Major Vitor Hugo. A sessão era presidida pela deputada Soraya Santos e Maia não participou das conversas.

CLICK. Pedro Lupion homenageou o pai, Abelardo, em seu aniversário. A dupla é da ala governista do DEM: um está na Casa Civil, outro é vice-líder na Câmara.

Defesa. O ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, manteve o tom de Bolsonaro e da cúpula das Forças Armadas em reação às falas do presidente francês. “Emanuel Macron foi infeliz ao dizer que casa dele estava pegando fogo, se referindo à Amazônia. Está reclamando de Bolsonaro, mas quem deu a primeira declaração foi ele”, disse à Coluna.

Defesa 2. “A repercussão (da fala) foi ruim no governo e nas Forças Armadas. A soberania do Brasil não pode ser questionada”, completou Ramos, que até julho chefiava o Comando Militar do Sudeste.

Sem interferência. O senador José Serra (PSDB-SP) apresentou emenda à MP da transferência do Coaf para o Banco Central especificando que o conselho só pode ser ocupado por servidores efetivos de determinados órgãos, entre eles CVM e Economia.

SINAIS PARTICULARES.

Rose Modesto, deputada federal (PSDB-MS)

Kleber Sales

Pensa… A deputada Rose Modesto (PSDB-MS) revelou um talento em Brasília que vai além da sua atividade parlamentar: o violão. Ela tem sido requisitada pelos colegas em todas as confraternizações e anima ao som de sertanejo os convescotes que varam madrugada adentro.

…em mim. A última palhinha foi na reunião que aconteceu na véspera do julgamento de Aécio Neves no PSDB no apartamento do relator do seu processo, Celso Rabino (PSDB-PA).

 

PRONTO, FALEI!

Senador Eduardo Braga (MDB-AM). Foto: Divulgação/Gabinete Eduardo Braga

Eduardo Braga, senador (MDB-AM): “A escalada das queimadas é alarmante, mas o debate precisa de equilíbrio. Não há dúvida de que preservação e desenvolvimento têm de caminhar juntos.”

COM REPORTAGEM DE ALBERTO BOMBIG, JULIANA BRAGA E MARIANNA HOLANDA

Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao
Instagram: @colunadoestadao

Tendências: