Sinergia e celeridade na recriação de ministérios

Sinergia e celeridade na recriação de ministérios

Coluna do Estadão

08 de maio de 2019 | 05h00

Bolsonaro durante reunião com Rodrigo Maia, Davi Alcolumbre, Fernando Bezerra e Onyx Lorenzoni. FOTO: MARCOS CORRÊA/PR

O acordo entre governo e presidentes da Câmara e do Senado para o desmembramento do Ministério do Desenvolvimento Regional em duas pastas, Cidades e Integração Nacional, começou a ser costurado pelo relator da MP 870, Fernando Bezerra, no domingo, e foi selado na manhã de ontem, em reunião entre Jair Bolsonaro, Davi Alcolumbre e Rodrigo Maia. Além de ter sinalizado sinergia e celeridade, algo raro até agora na gestão Bolsonaro, ele é uma demonstração do Planalto de que começa a jogar o jogo da chamada política tradicional.

Reativo. No início, Jair Bolsonaro demonstrou resistência à recriação dos ministérios. Onyx Lorenzoni ajudou a dobrá-lo.

Também quero. Líderes no Congresso ainda estão ressabiados, apesar da sinalização positiva do Planalto. Acham que até agora só os presidentes das Casas foram contemplados.

Saiu barato. A MP recebeu mais de 500 emendas e muitas queriam recriar pastas, como Cultura e Esporte. Davi Alcolumbre, aliás, sempre disse ser favorável à volta de Cidades. Foi uma contenção de danos diante de derrota iminente.

Qualquer… Conforme antecipou a Coluna, governistas decidiram, logo de cara, colocar em campo na Comissão Especial da Previdência o craque do time.

…semelhança. Aguardado na audiência de hoje, Paulo Guedes foi comparado a Neymar: é capaz de carregar o time nas costas, mas tem se mostrado vulnerável às provocações.

Vou ficando… Guedes avisou a organizadores de eventos em Nova York que não pretende mais viajar à cidade na semana que vem para participar de jantares, cafés da manhã e agendas que estavam previstas.

…por aqui. Havia a expectativa de que, mesmo com o cancelamento da viagem de Bolsonaro aos EUA, o ministro representasse o Brasil nessas conversas.

Suando a camisa. O ministro da Justiça, Sérgio Moro, fez uma maratona de reuniões com parlamentares da Comissão Mista que analisa a MP 870, para defender que o Coaf permaneça em seu ministério.

SINAIS PARTICULARES
GOVERNADORES
Gladson Cameli (PP-AC)

ILUSTRAÇÃO: KLEBER SALES/ESTADÃO

Tecnologia… A Brasscom, associação de empresas de tecnologia, promete divulgar hoje dados para mostrar que, em cinco anos, o setor precisará de mais 420 mil trabalhadores especializados.

…no Supremo. A entidade participa da ação no STF, pautada para ser analisada hoje, que julgará o uso de aplicativos de mobilidade, como o do Uber.

CLICK. Paulo Câmara (PE) recebeu ontem cineastas do filme Bacurau, que vai para Cannes. Nas redes sociais, agradeceram o tratamento dado pelo governador.

FOTO: FACEBOOK KLEBER MENDONÇA FILHO

Na fila. O texto da ministra Damares Alves para endurecer punições a líderes religiosos que cometam abusos sexuais está com Sérgio Moro para ajustes finais, mas só deverá chegar ao Congresso depois que o pacote anticrime do ministro da Justiça avançar.

Aposta. O ministro da Advocacia-Geral da União, André Mendonça, revelou a interlocutores que, na avaliação dele, Raquel Dodge é uma candidata forte e natural à recondução no comando da PGR. Nove candidaturas estão colocadas.

PRONTO, FALEI!

Senador Márcio Bittar. FOTO: WALDEMIR BARRETO/AG. SENADO

Márcio Bittar, senador e vice-líder do governo (MDB-AC): “É muita falta de noção, o próprio governo que propôs (a junção dos ministérios). E ele não vem aqui dizer quantas comissões podemos ter, é intromissão.”

COM REPORTAGEM DE ALBERTO BOMBIG, JULIANA BRAGA E MARIANNA HOLANDA. COLABOROU BEATRIZ BULLA

Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao
Instagram: @colunadoestadao

Tendências: