Sessão de impeachment de Dilma deve bater recorde no Senado

Sessão de impeachment de Dilma deve bater recorde no Senado

Impedimento de Collor durou 24 horas

Coluna do Estadão

25 de agosto de 2016 | 14h46

Foto: André Dusek/Estadão

Foto: André Dusek/Estadão

A sessão do impeachment de Dilma Rousseff tende a bater um recorde no Senado. Até hoje, a sessão mais longa da história da Casa foi a do impeachment de Fernando Collor, que durou 24 horas.

A expectativa no Congresso é que a sessão iniciada na quinta-feira se estenda, com intervalos, até sábado. Retomada na segunda-feira, deve terminar entre terça e quarta-feira. (Daniel Carvalho)

Tudo o que sabemos sobre:

Guinness

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.