Serraglio pode ir para Transparência ou, se não quiser, volta para Câmara

Andreza Matais

28 de maio de 2017 | 14h52

Foto: Joédson Alves/EFE

 

O ministro Osmar Serraglio, demitido hoje do Ministério da Justiça, deve ser realocado em outro ministério. Segundo fontes do Palácio do Planalto, ele pode ir para a pasta da Transparência e Fiscalização. A da Transparência ficou vaga com a saída de Torquato Jardim que foi para o Ministério da Justiça. Caso não aceite, voltará para a Câmara dos Deputados. Nesse caso, irá reassumir o mandato, o que significará tirar a prerrogativa de foro de Rocha Loures (PMDB-PR). Loures é investigado pelo STF por acusações feitas pelo empresário Joesley Batista.

Ex-assessor do presidente Temer, Loures foi flagrado pegando uma mala com R$ 500 mil de propina dada por Joesley.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.