Senadores protocolam mandado de segurança contra recondução de Jucá

Senadores protocolam mandado de segurança contra recondução de Jucá

-

Coluna do Estadão

01 de julho de 2016 | 15h53

ADCO669 BSB - 24/05/2016 - CONGRESSO / METAS FISCAIS - POLITICA - De volta ao senado o senador Romero Jucá fala na tribuna na sessão do Congresso Nacional reunido com o objetivo principal de votar o projeto de lei que altera a LDO e revisa a meta fiscal de 2016. No entanto, existem 24 vetos presidenciais pendentes de apreciação na pauta e os parlamentares terão que votá-los antes de analisarem a alteração da meta fiscal no plenário Câmara dos deputados em Brasilia. FOTO: ANDRE DUSEK/ESTADAO

Um grupo de senadores impetrou mandado de segurança para pedir ao Supremo, em caráter liminar, a suspensão da recondução de Romero Jucá (PMDB-RR) ao cargo de segundo vice-presidente da Mesa do Senado. Assinam o documento Cristovam Buarque (PPS-DF), João Capiberibe (PSB-AP), Angela Portela (PT-RR) e Lindbergh Farias (PT-RJ), além do principal “rival” de Jucá, Telmário Mota (PDT-RR).

O mandado de segurança está com a ministra Carmen Lúcia. Os autores do pedido sustentam que o regimento interno do Senado veda a recondução para o mesmo cargo em eleições imediatamente subsequentes. Segundo o documento, a volta de Jucá – que já era vice-presidente da Mesa antes de ser nomeado ministro do Planejamento – “não há como prosperar”, sendo necessária “nova eleição para preenchimento da vaga”.

Documento

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.