Sempre pontual, ministra Cármen Lúcia culpou mau tempo por atraso

Coluna do Estadão

05 de outubro de 2016 | 05h45

Foto: Dida Sampaio/Estadão

Foto: Dida Sampaio/Estadão

Conhecida pela pontualidade, a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, chegou 15 minutos atrasada à sessão do Conselho Nacional de Justiça, na manhã desta terça, em Brasília.

Cármen culpou as condições climáticas pelo atraso. “O teto estava fechado. Como não tenho asa, ficou difícil”, disse, ao falar do voo que pegou.5