Sem viagem internacional de Temer nos próximos meses, Renan não assumirá o Planalto

Sem viagem internacional de Temer nos próximos meses, Renan não assumirá o Planalto

­

Coluna do Estadão

15 de novembro de 2016 | 06h45

Foto: Dida Sampaio/Estadão

Foto: Dida Sampaio/Estadão

A agenda do presidente Michel Temer só prevê viagem internacional em julho de 2017 para o G-20, na Alemanha. Ou seja, acabaram as chances de Renan Calheiros assumir o Planalto em caso de ausência de Michel Temer e Rodrigo Maia. O mandato dele se encerra em fevereiro. Maia ainda tenta a reeleição na Câmara.

Siga a Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao

Tudo o que sabemos sobre:

Michel Temer

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.