Sem dinheiro para premiar policiais, Bolsonaro usará fundo da PF para bancar benefícios

Sem dinheiro para premiar policiais, Bolsonaro usará fundo da PF para bancar benefícios

Julia Lindner

14 de junho de 2022 | 18h03

O presidente Jair Bolsonaro deve sancionar integralmente a Medida Provisória aprovada pelo Congresso que permite o uso de recursos de um fundo da Polícia Federal para financiamento de um plano de saúde e pagamento de um bônus pelo tempo de “sobreaviso” dos profissionais da categoria. A informação é do deputado Sanderson (PL-RS), que é vice-líder do governo na Câmara, e foi confirmada por integrantes do Palácio do Planalto.

O objetivo, de acordo com Sanderson, é atenuar o fato de que Bolsonaro optou por não conceder reajuste aos policiais este ano, como havia prometido. O Ministério da Economia era inicialmente contra a sanção integral do texto e possui sugestões de alguns vetos.

O ministro da Justiça, Anderson Torres, e o presidente Jair Bolsonaro. Foto: Carolina Antunes/PR

Inicialmente, a MP editada pelo governo permitia o uso de 30% do fundo para custear os planos de saúde dos policiais. O Congresso ampliou esse número para 50%, além de ter incluído o bônus pelo período de sobreaviso, que é quando o servidor abre mão de períodos de repouso para ficar à disposição do órgão.

 

Tudo o que sabemos sobre:

PF; Bolsonaro; policiais; reajuste

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.