Secretário executivo da Transparência reclama de vazamentos

Coluna do Estadão

14 de fevereiro de 2017 | 21h28

O secretário executivo do Ministério da Transparência, Wagner Rosário, fez romaria no TCU nesta terça-feira, 14, e reclamou do vazamento de informações relacionadas à pasta para a imprensa. Ministros da corte ficaram incomodados com a atitude, alegando que os gabinetes foram colocados sob suspeita.

Auditoria do tribunal, publicada pelo Estado, diz que a Transparência beneficiou indevidamente a Aceco-TI, que negocia um acordo de leniência com o governo, ao não abrir um procedimento de investigação sobre supostas ilicitudes cometidas pela empresa.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.