Se houver agitação, MST perderá verbas

Se houver agitação, MST perderá verbas

-

Luiza Pollo

12 de maio de 2016 | 05h00

ADST255 BSB - 12/02/2014 - MST / MARCHA - POLITICA - Marcha de trabalhadores Sem Terra que estão participando do Congresso Nacional do MST, na frente do Congresso Nacional, em Brasília. FOTO: ANDRE DUSEK/ESTADAO

Marcha de trabalhadores Sem Terra em 12/02/2014
FOTO: ANDRE DUSEK/ESTADAO

A estratégia do governo Michel Temer para reagir a qualquer ataque dos movimentos sociais está definida. O deputado Osmar Terra (PMDB-RS), convidado para comandar o Ministério do Desenvolvimento Social e da Reforma Agrária, tem posição clara sobre como lidar com o MST: “Se estiverem usando as verbas públicas para serem eficazes, tudo bem. Mas se for só agitação contra o governo, guerra é guerra. E cada um vai usar as armas que tem e as nossas são as verbas”.

O PT conta com os movimentos sociais para complicar a vida do novo governo.

Siga a Coluna do Estadão:
No Twitter: @colunadoestadao
No Facebook: www.facebook.com/colunadoestadao