Sarney reclama e Temer desiste de Pedro Fernandes na pasta do Trabalho

Sarney reclama e Temer desiste de Pedro Fernandes na pasta do Trabalho

Andreza Matais

02 Janeiro 2018 | 14h28

José Sarney, ex-senador

 

O PTB vai indicar um novo nome para o Ministério do Trabalho atendendo a pedido do presidente Michel Temer. O deputado Pedro Fernandes (PTB-MA) havia sido escolhido pelo presidente do PTB, Roberto Jefferson, para substituir Ronaldo Nogueira, que pediu demissão no final do ano, mas o nome dele foi vetado pelo ex-senador José Sarney (PMDB). Fernandes se aliou ao governador Flavio Dino (PCdoB-MA), adversário da família Sarney no Maranhão.

Jefferson disse à Coluna do Estadão que não tem prazo para indicar o novo ministro. Prefere escolher com calma para não ter problemas novamente. “Não tenho nome ainda. Vamos pensar, aguardar com calma. Dar tempo ao tempo”, disse.

Em conversas com interlocutores, o petebista tem afirmado que vai agir com cautela até para não magoar Pedro Fernandes, que conta com a consideração do partido.

Sarney já conseguiu nomear o novo diretor da PF, Fernando Segovia, que foi superintendente da PF no Maranhão, no lugar de Leandro Daiello. Ao derrubar a indicação de Pedro Fernandes demonstra sua força dentro do governo.

O PTB é um dos principais partidos da base de apoio do governo Temer. A sigla determinou o voto fechado a favor da reforma da Previdência e não vai aceitar o ingresso de novos deputados que tenham votado contra Temer nas denúncias da PGR ou se posicionado contra as mudanças nas regras da aposentadoria.