‘Rodrigo saindo, eu saio atrás’, diz César Maia sobre DEM

‘Rodrigo saindo, eu saio atrás’, diz César Maia sobre DEM

Marianna Holanda

01 de fevereiro de 2021 | 14h49

Cesar Maia. Foto: MARCOS DE PAULA/Estadão

Fundador do DEM (ex-PFL) e pai de Rodrigo Maia, o vereador do Rio César Maia disse nesta segunda-feira, 1, que pode também deixar o partido, acompanhando seu filho.

“Rodrigo saindo, eu saio atrás”, disse à Coluna. Presidente da Câmara até o final do dia, Rodrigo Maia anunciou a colegas que deixaria o DEM, após o partido não apoiar formalmente seu candidato à sucessão, Baleia Rossi (MDB-SP). Com  a bancada rachada entre Baleia e o candidato do governo, Arthur Lira (PP-AL), a legenda optou pela neutralidade

Essa não seria a primeira vez que César Maia deixaria a legenda. Em 1999, o cacique se desligou da sigla por não estar tendo “espaço suficiente”. No ano seguinte, é eleito prefeito do Rio pelo PTB. Para disputar a reeleição, em 2004, retornou ao PFL – que, em 2007, tornou-se DEM.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.