Jantar com Kassab encaminha ida de Rodrigo Pacheco para o PSD

Jantar com Kassab encaminha ida de Rodrigo Pacheco para o PSD

Alberto Bombig

18 de agosto de 2021 | 16h26

Um jantar na terça-feira, 17, encaminhou a ida do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG) para o PSD de Gilberto Kassab.

Hoje no DEM, o senador é a aposta do PSD para o fortalecimento de uma terceira via em meio à polarização Lula-Bolsonaro para a eleição de 2022.

Pacheco foi recebido no encontro promovido pelo deputado Domingos Neto (CE) em celebração pelo aniversário de Kassab (no último da 12). Parlamentares, prefeitos e nove dos 11 senadores do partido participaram (as exceções foram Omar Aziz e Otto Alencar).

Encontro de Pacheco com Kassab em jantar promovido por deputado encaminhou ida do senador para o PSD

Nos últimos dias, o senador lucrou politicamente com a crise do voto impresso no Congresso e com a defesa enfática das instituições diante das ameaças bolsonaristas contra ministros do STF.

Se a possível candidatura de Pacheco a presidente for bem sucedida,  o PSD pode se tornar a mais estruturada força de centro do País, como mostrou a Coluna. Além das conversas com o presidente do Senado, o PSD já tem candidatos a governador em 15 Estados.

Em São Paulo, uma foto divulgada por Kassab em que ele aparece junto de Geraldo Alckmin, Paulo Skaf e Márcio França indica o caminho a ser seguido para 2022.

Tudo o que sabemos sobre:

Rodrigo PachecoPSDGilberto Kassab

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.