Reunião deve isolar Estados em dificuldades

Reunião deve isolar Estados em dificuldades

.

Luiza Pollo

17 de janeiro de 2017 | 05h00

planalto-andre-dusek
O formato da reunião do presidente Michel Temer com governadores sobre segurança pública deverá mudar. Marcado para amanhã, o encontro, que também debaterá as dívidas dos Estados, pode ser dividido em vários dias. Os governadores também não deverão estar todos juntos, mas separados em blocos. O Planalto deve fazer isso porque os Estados em melhor situação financeira não querem tratar do assunto ao lado dos que estão em crise. Esses governadores temem passar a impressão de que seus Estados também estão quebrados.

Os mesmos governadores que não querem ser contaminados pela crise alheia vão bater pé reclamando das contrapartidas que o governo quer impor aos Estados na proposta que trata das dívidas.

Siga a Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao

Tudo o que sabemos sobre:

Dívida dos Estados

Tendências: