Relator indefere pedido de afastamento de presidente da Comissão de Ética Pública

Relator indefere pedido de afastamento de presidente da Comissão de Ética Pública

.

Naira Trindade

22 de maio de 2017 | 16h09

Foto: Dida Sampaio/Estadão

Único indicado pelo presidente Michel Temer, o relator Jose Saraiva rejeitou o pedido de afastamento do presidente da Comissão de Ética Pública, Mauro Menezes. O requerimento é assinado por um dos mais fiéis aliados de Temer, o deputado Carlos Marun (PMDB-MS), que avalia como pode recorrer da decisão.

Presidente da Comissão da Reforma da Previdência, Marun representou contra Mauro Menezes alegando quebra da violação do sigilo e mudança de postura do presidente após Temer assumir o comando do País, há um ano. “Há incoerência em vários aspectos. Ele mudou de postura entre um governo e outro”, disse Marun à Coluna no dia 10 de março.

À época, Mauro Menezes divulgou nota defendendo a independência dos membros do colegiado e se rebatendo as acusações de citação na Lava Jato. “Nunca houve qualquer citação ou imputação a mim ou ao escritório de advocacia que integro, seja em depoimentos ou delações de qualquer espécie. A representação do deputado contra mim será processada normalmente para julgamento pela Comissão e julgada livremente pelos demais conselheiros”.

Siga a Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao

Tudo o que sabemos sobre:

Mauro Menezes

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.