Região Norte deve ter reforço na vacinação

Região Norte deve ter reforço na vacinação

Coluna do Estadão

16 de fevereiro de 2021 | 05h00

Newton Menezes/Futura Press/Estadão Conteúdo

Na reunião com governadores na próxima quarta-feira, 17, o Ministério da Saúde deve anunciar o envio extra de vacinas para o Pará e o Amazonas. Os porcentuais ainda estão sendo acordados com os Estados, mas o objetivo é tentar conter o avanço da nova cepa do coronavírus. O reforço de imunizantes deve ocorrer, em seguida, para os demais Estados da região amazônica, segundo a Coluna apurou. O ministério de Eduardo Pazuello, como mostrou o Estadão, já contabiliza ao menos 170 casos da variante no País. A maioria na região Norte: 128.

Está… O governador Helder Barbalho (MDB-PA) diz já haver transmissão comunitária da nova cepa no Pará. Em ofício à Saúde, ele se queixou de ter sido o Estado com menor número de doses recebidas per capita, cerca de 2% da população.

…em… Barbalho pediu à Saúde uma barreira imunológica e sanitária na região para impedir o avanço do vírus. “Tenho que deixar o sistema colapsar para poder ser tratado na proporção?”, disse à Coluna.

…todo o canto. “Muito provavelmente em todos os Estados já deve haver esta variante, até porque continua a circulação aérea e outros meios de transporte. Temos que trabalhar com esse cenário”, afirmou o governador do Pará.

E eu? O governador do Acre, Gladson Cameli (PP), também está na expectativa de receber um reforço de vacinas. Disse que, quando houve acordo para enviar mais doses ao Amazonas, foi feita uma promessa de compensação aos demais Estados do Norte num segundo momento.

Oremos. Na reunião da Saúde com os governadores, também deve haver o anúncio de novas aquisições de vacinas.

CLICK. Nesta segunda-feira, 15, foi a vez de o médico e escritor Dráuzio Varella ser vacinado contra a covid-19. Ele é um dos principais defensores da imunização.

Reprodução/Instagram

Step by… O deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) não deve anunciar entrada em nenhum partido enquanto não conseguir autorização do TSE para deixar a legenda com o mandato.

…step. Apesar de a cúpula do DEM já ter anunciado que liberaria o ex-presidente da Câmara, o entorno de Rodrigo Maia o aconselha a não acreditar na promessa de saída pacífica.

Expectativas… No começo da pandemia, ainda discutia-se a retomada dos trabalhos, ao menos remotamente, da CPI de fake news no Senado, presidida por Ângelo Coronel (PSD-BA).

…frustradas. Um ano depois, nem se ouve falar mais dela. Nos corredores, avalia-se que o destino dela seja o mesmo de tantas outras: terminar em pizza.

SINAIS PARTICULARES.
Ângelo Coronel, senador (PSD-BA)

Ilustração: Kleber Sales

Sinal amarelo. Os recentes ataques hackers a sites oficiais, como o que ocorreu na página do Ministério da Saúde, têm alarmado o setor de Tecnologia da Informação do governo federal.

Buracos. De acordo com a Associação Nacional dos Analistas em Tecnologia da Informação (Anati), a falta de pessoal da área tem deixado a segurança digital do governo exposta.

Panorama. São hoje 450 servidores para todo o Executivo federal e 389 vagas estão desocupadas, segundo a associação.

Ajudinha. A entidade também ofereceu ajuda à Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD) para apurar o caso do vazamento de dados de mais de 100 milhões de cidadãos.

PRONTO, FALEI!

Felipe Salto, diretor executivo da Instituição Fiscal Independente do Senado. Foto: Dida Sampaio/Estadão

Felipe Salto, diretor-executivo da Instituição Fiscal Independente:Vamos ter claro: não existirá recuperação econômica sem uma ampla vacinação até o meio do ano. A volta à normalidade (ou a algo próximo a isso) depende diretamente da imunização do povo brasileiro.”

COM ALBERTO BOMBIG, MARIANA HAUBERT E MARIANNA HOLANDA

Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao
Instagram: @colunadoestadao

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.