PT, PSOL e PSB querem anular quebra de sigilos fiscais de ONGs em CPI

-

Luiza Pollo

12 de julho de 2016 | 05h30

Uma questão de ordem assinada por seis parlamentares do PT, PSOL e PSB será apresentada hoje durante a reunião da CPI da Funai. Eles querem anular a aprovação de requerimento “reservado” que quebrou sigilos bancários e fiscais de ONGs e associações.

Duas delas são o Conselho Indigenista Missionário (Cimi) e o Instituto Socioambiental (ISA), que ajuizaram mandados de segurança no STF para suspender a ação. O presidente da CPI, Alceu Moreira, diz que a votação foi
fechada para não expor as instituições.

Siga a Coluna do Estadão:
No Twitter: @colunadoestadao
No Facebook: www.facebook.com/colunadoestadao

Tudo o que sabemos sobre:

Funai

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.