PT não precisa trocar Lula hoje se registro for negado

PT não precisa trocar Lula hoje se registro for negado

Andreza Matais

31 Agosto 2018 | 14h23

Sinais Particulares: Luiz Inácio Lula da Silva, ex-presidente; por Kleber Sales

Se o TSE cassar hoje a candidatura do ex-presidente Lula ao Planalto, o PT não será obrigado a apresentar um novo nome ainda nesta sexta-feira. A data final para a troca de candidato é dia 17 de setembro deste ano.

No entanto, o advogado eleitoral e ex-ministro do TSE Marcelo Ribeiro alerta que o PT ficaria de fora da campanha partidária de rádio e TV até indicar o substituto de Lula. A propaganda dos presidenciáveis começa a ser veiculada nesta sábado. Hoje, já estão no ar os comerciais (inserções, ou seja, pequenos vídeos).

O Twitter oficial da Coluna do Estadão antecipou na madrugada desta sexta-feira, 31, que o TSE iria incluir na pauta de hoje o julgamento do registro de Lula. O ex-presidente foi condenado pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro na segunda instância, o que o torna inelegível pela Lei da Ficha Limpa.

O plano B do PT é o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad, registrado como vice na chapa. Se ele assumir a cabeça de chapa, Manuela d’Ávila (PCdoB) será indicada a vice do petista. (Andreza Matais)