PT não assina pedido de urgência para substituição de Cunha na presidência

PT não assina pedido de urgência para substituição de Cunha na presidência

-

Luiza Pollo

09 de junho de 2016 | 05h30

O presidente da Câmara afastado, Eduardo Cunha | Dida Sampaio/Estadão

O presidente da Câmara afastado, Eduardo Cunha | Dida Sampaio/Estadão

Um dos maiores críticos públicos de Eduardo Cunha, o PT não assinou pedido de urgência para tramitação do projeto do deputado Roberto Freire que decreta vaga a presidência da Câmara, permitindo novas eleições. PMDB também não.

Siga a Coluna do Estadão:
No Twitter: @colunadoestadao
No Facebook: www.facebook.com/colunadoestadao

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: